fbpx

Nos últimos quatro anos, aconteceu algo que antes parecia improvável: trabalhar com games virou uma realidade. Ao mesmo tempo, o crescimento inegável do público no Brasil fez com que campeonatos de jogos eletrônicos fossem transmitidos na televisão em escala nacional.

E não foi em qualquer canal, mas em nada a mais nem nada a menos do que na ESPN. Sim, a evolução do setor de jogos obrigou grandes empresas e canais fechados de televisão a investirem nas promessas de retorno financeiro dos games digitais.

Desde então, inúmeras portas se abriram no mundo dos jogos, e ser um profissional do segmento está cada vez mais comum. Uma das vantagens desse mercado é a diversidade de funções, variando do desenvolvedor inicial até a criação de cosplays.

Quando o game chega na mão do fã e do público, ele já passou por profissionais de arte visual para jogos, programadores e inclusive escritores. Todos esses trabalhos são fundamentais para possibilitar a criação dos mundos e dos personagens fantásticos. Saiba mais!

Conheça o mercado e descubra o que mais lhe atrai

Antes de encarar essa saga, é fundamental conhecer o mercado, assim como aquilo que ele exige e oferece. Você não vai querer pagar de noob, verdade? Portanto, tenha em mente que trabalhar com games não demanda longos e custosos estudos, como uma graduação de quatro anos em uma universidade.

Entretanto, alguns cursos são essenciais, a depender da tarefa que você decide exercer. Mas não se preocupe: a capacitação para games exige menos tempo e um menor investimento, ao passo que os retornos são promissores, chegando a até 4 mil reais mensais.

Identifique em qual área atuar e se prepare o quanto antes

Para algumas pessoas os games são apenas “joguinhos”, mas não se trata disso. A complexidade é muito maior do que aparenta, seja para quem joga ou para quem desenvolve. Entre as tarefas figura, por exemplo, a programação.

A programação consiste em uma espécie de linguagem computacional que informa ao sistema dos consoles ou do computador os códigos necessários para um jogo funcionar corretamente. Há determinadas linguagens disponíveis, e uma das mais utilizadas é a Java.

Porém, o programador nem sempre sabe ilustrar. E aí, quem pode tirá-lo dessa? Parte da ilustração é feita pela arte geral, setor responsável pela criação de personagens, criaturas, castelos e paisagens, tudo apenas com a ponta de um lápis ou uma mesa digital. Após a elaboração das ilustrações, o programador dá movimento e dimensionalidade ao game por meio da linguagem em Java. Falando em linguagem, quem decide a voz, as falas e os diálogos dos jogos?

Nesse quesito, outra profissão disponível para trabalhar com games é a de redator, roteirista ou escritor. Imagine que um jogo é como uma novela, um filme de cinema ou um seriado. O artista visual representa o figurinista, o programador uma espécie de contra regra, o roteirista, claro, é o roteirista e o escritor, quando houver, é como o Steven Spielberg, o diretor de uma obra-prima dos jogos virtuais.

Para ser um Spielberg ainda falta uma coisa. Não lembrou? Vamos dar uma dica: tan… tan… tan… Lembrou do filme Tubarão (Jaws, 1975)? Como os recursos eram escassos na década de 1970, sairia muito caro se o Tubarão de fato aparecesse a todo momento na filmagem.

Portanto, Spielberg optou por empregar um recurso sonoro que causasse o mesmo suspense da barbatana de um tubarão. Sim, sem a trilha sonora, o Tubarão de Spielberg não chegaria nem a um pequeno peixe palhaço como o do Procurando Nemo! Da mesma forma, os sons e a sonoplastia dos jogos cumprem papel vital e o audio designer, um artista de SFX e, é claro, um compositor, são essenciais.

Saiba onde encontrar cursos técnicos

Há diversos cursos disponíveis no mercado, ofertados por escolas especializadas e profissionais renomados de cada área específica. Se sua cidade é pequena ou caso a escola fique muito fora de caminho, você não precisa se preocupar.

Grande parte das capacitações são à distância e fáceis de encontrar na Internet. Aliás, o mesmo vale para as oportunidades de trabalho, acessíveis, por exemplo, no LinkedIn.

Estude e desenvolva capacidades fundamentais

A preparação e a capacidade exigidas dependem da área que você deseja seguir e do ofício com o qual mais nutre identificação. Se é uma pessoa indecisa, a boa e também má notícia é que existem mais de 20 profissões para se trabalhar com games.

E todas elas são indispensáveis para um jogo ficar pronto e chegar ao mercado. Portanto, procure por uma escola capaz de ajudá-lo nesse momento de indecisão, facilitando bastante o processo inicial da sua carreira.

Por exemplo, se você gosta de escrever e tem interesse em trabalhar com a escrita, ingressar em um curso de roteirista é o passo inicial. Por outro lado, caso prefira desenhar e tenha um toque artístico, recomenda-se um curso de ilustração. Mas se você se amarra na estruturação e no funcionamento do mundo, a profissionalização em uma linguagem de programação como o Java surge como alternativa perfeita.

Dê o primeiro passo

Segundo a revista Exame, o mercado de games deve crescer até 5,3% até 2022. De quebra, durante o ano de 2020, a indústria de jogos foi um dos poucos setores que se manteve em crescimento.

Os motivos são muitos: além das empresas incentivarem a trabalhar com games em casa, o público consumidor não necessita de contato direto com uma loja ou distribuidora. Por isso, há diversas plataformas de venda e de streaming reconhecidas mundialmente e acessadas por milhares de fãs e consumidores. Com criatividade e, sobretudo, iniciativa, você já fica apto a atuar no segmento.

Seja qual for a área de atuação mais atraente para você, o única conhecimento necessário é aquilo que nós da Jumper consideramos a dica mais importante para trabalhar com games: apertar o play e começar a sua jornada profissional nesse exato momento!

O mercado de jogos é um ramo consagrado e não sairá de cena tão cedo. Ele veio para ficar e a cada ano apresenta novos entretenimentos, jogos, públicos e possibilidades. Não hesite, portanto, em ingressar nesse segmento e comece hoje a trabalhar com games!

Gostou do mercado de games e quer iniciar com tudo? Inscreva-se no nosso curso de Java para Games e saia na frente!

Encontre a JUMPER! mais próxima

Ver unidades