fbpx

Nas últimas décadas, temos assistido a uma democratização no acesso à educação brasileira, e isso é bastante positivo. Porém, é preciso ficar atento, pois o mercado de trabalho, naturalmente, se torna mais competitivo. Logo, para sair na frente nas vagas de emprego, é imprescindível caprichar no currículo e na redação de um bom resumo profissional.

Você não sabe do que estamos falando? Bem, então aproveite para conferir o nosso post e aprender a fazer um resumo eficiente para conquistar o emprego dos sonhos e se diferenciar da concorrência em apenas 7 passos.

Entenda o que é o resumo profissional

Pode-se dizer que o resumo profissional é uma síntese de suas experiências — que precisam estar logo no início do currículo. Em geral, elas aparecem posicionadas após as informações pessoais e os objetivos do candidato.

Portanto, por virem antes das informações mais detalhadas, os dados precisam ser claros, concisos, diretos e escritos em um texto curto, que possa ser lido pelo recrutador em, aproximadamente, dez segundos.

O resumo profissional pode ser determinante no momento do recrutamento, uma vez que, por meio dele, o contratante poderá identificar se aquele perfil de candidato corresponde aos critérios da empresa. Logo, é importante caprichar na redação do seu.

Aprenda como fazer um resumo profissional

Se você não saber como montar o seu resumo profissional de acordo com aquilo que o mercado de trabalho busca, não precisa se preocupar: é mais simples do que imagina! Basta seguir os passos que listados a seguir.

1. Prepare um esquema

Como dissemos, o resumo profissional precisa falar sobre você e valorizar os seus pontos fortes, mas não pode ser muito extenso, afinal, o recrutador terá mais detalhes ao ler o seu currículo.

Por isso, antes de iniciar, a dica é fazer um esquema do que você pretende contar. Ou seja: esse processo vai permitir que sejam colocadas no papel todas as informações imprescindíveis, sem necessariamente haver uma ordem.

Então, organize os dados na forma de tópicos ou em texto corrido. Vale lembrar que a recomendação é não ultrapassar 300 palavras.

2. Destaque sua formação

É importante falar sobre a formação profissional no resumo, no entanto, evite se alongar demais no assunto. O resumo não é o local apropriado para listar todos os cursos extracurriculares que você já fez, mas aqueles mais relevantes e que sejam capazes de destacá-lo da concorrência.

Preste atenção também no que a vaga pede. Se há um requisito para inglês e você o tem, por exemplo, não deixe de citá-lo. Se finalizou a graduação e está na pós-graduação ou em um mestrado, também indique.

Por outro lado, se a vaga é mais técnica, liste brevemente os cursos especializantes que fez. Se você é da área da tecnologia, também é importante colocar as certificações que possui. Essas formações costumam ter um peso importante para os recrutadores e mostrarão que você é um candidato bem preparado.

3. Fale da sua experiência profissional

Também é importante falar brevemente sobre a sua experiência profissional. Note que o resumo não é o lugar adequado para você detalhar sobre cada cargo que passou, mas para focar nas suas maiores experiências e nas competências profissionais que possam ser consideradas relevantes para a vaga, bem como nas suas maiores habilidades.

É o seu primeiro emprego e não tem experiência? Não tem problema. Informe ao recrutador que está começando e porque a vaga é ideal para você.

4. Valorize suas habilidades extras

Busque as suas habilidades extracurriculares que tenham ligação com a vaga que está concorrendo, e não deixe de valorizá-las.

A vaga é para atendimento e você conta com uma boa comunicação oral, por exemplo? Diga. A empresa contratante é uma multinacional? Valorize os seus conhecimentos em outras línguas ou alguma experiência no exterior que possa ser relevante.

Trabalhos voluntários também são bem-vistos pelos recrutadores, portanto, se você já realizou algum (ou ainda realiza), encaixe essa informação no seu resumo e mostre que é uma pessoa engajada e alinhada com os valores da corporação — e que esse é um diferencial profissional em relação aos outros.

5. Informe sobre os resultados já obtidos

Destacar alguns dos resultados positivos que você teve em outros empregos é uma atitude bastante sábia. Mas mencione apenas o que é necessário para o cargo pretendido, e nada de mentir ou aumentar os fatos, certo?

A ideia é transmitir conhecimento e maturidade ao entrevistador, sem que haja excesso ou desencontro de informações. Se o recrutador resolver confirmar as suas afirmações e perceber que você foi desonesto, com certeza, não será bom para a sua reputação.

6. Não se esqueça da revisão

A revisão é um ponto essencial no seu resumo profissional. Logo, não deixe de analisar a redação, verificar erros de digitação, gramática, coesão ou coerência. Também deixe-o bem formatado, justificando o texto, usando fonte Arial ou Times New Roman.

Lembre-se de que a escrita precisa ser formal, sem o uso de gírias, mas isso não significa que deve ser rebuscada em demasia, ok? Uma dica é passar o texto em alguns revisores gramaticais antes de enviá-lo, como o do próprio Word, Google Drive ou LanguageTool.

7. Deixe personalizado

Pense que, ao divulgar uma vaga de emprego, a empresa receberá diversos currículos e resumos profissionais. Muitas pessoas farão uso de modelos prontos da internet, apenas adaptando as informações. Portanto, sai na frente quem mostra não apenas criatividade, mas também tem cuidado ao enviar os documentos para o recrutador.

Logo, busque ideias de como fazer, mas redija com as suas próprias palavras e tente imprimir o máximo de personalidade que puder. Evite fazer uso dos modelos e enviar resumos prontos, não revisados também. Isso, certamente, o prejudicará na seleção.

Uma dica que pode impressionar quem estiver lendo o seu resumo é falar resumidamente os motivos pelos quais você quer trabalhar na empresa e na vaga. Isso vai demonstrar que está preparado e pesquisou antes de se candidatar.

Saiba o que evitar no resumo profissional

Agora que você já sabe o que colocar no seu resumo profissional, é também preciso compreender o que não deve fazer. Como já dissemos, o texto não deve ser extenso e deve estar adequado às necessidades que a vaga solicita.

Além disso, evite fazer elogios a você mesmo em excesso ou utilizar termos clichês, como proatividade, empatia e perfeccionismo na hora de listar um defeito. Também é importante manter tanto o seu resumo quanto o seu currículo atualizados.

Se for bem elaborado, o resumo profissional tende a aumentar as suas chances de seguir para as próximas etapas da seleção e conseguir a tão sonhada vaga de emprego. Portanto, empenhe-se em fazer um belo texto!

Quer melhorar o seu currículo e investir ainda mais na sua formação? Entre em contato com a gente e conheça as opções que preparamos para você.

Tags:

Encontre a JUMPER! mais próxima

Ver unidades