Se você faz parte da parcela de jovens que deseja conquistar o primeiro emprego, aqui vai uma boa notícia: depois de um longo período de pouca absorção dessa mão de obra, os números começam a apontar para um crescimento na oferta de vagas. Sensacional, não é mesmo? \o/ No entanto, apesar da evidente luz no fim […]

Se você faz parte da parcela de jovens que deseja conquistar o primeiro emprego, aqui vai uma boa notícia: depois de um longo período de pouca absorção dessa mão de obra, os números começam a apontar para um crescimento na oferta de vagas. Sensacional, não é mesmo? \o/

No entanto, apesar da evidente luz no fim do túnel, isso não significa que o jogo está ganho, afinal de contas, é fundamental se preparar desde cedo para entrar no mercado de trabalho e ter uma carreira de sucesso 😉

Além disso, ser contratado por uma empresa requer muito esforço, dedicação e força de vontade — principalmente para quem está iniciando a vida adulta e não conta com muita experiência profissional.

Ficou interessado no assunto? Então, continue a leitura e confira como aproveitar a retomada na oferta de vagas e garantir as melhores oportunidades de emprego. Bora lá? #partiu

Como está o mercado de trabalho atual?

De acordo com o último balanço divulgado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, o saldo entre o número de contratações e de demissões realizadas no País em 2018 foi positivo, totalizando nada mais nada menos que 58.664 mais admissões que desligamentos! 😉

Só para se ter uma ideia do que isso significa, quando comparamos esse panorama com novembro de 2017, o saldo final foi de 12.292 demissões a mais, ou seja, um resultado bastante negativo. Portanto, esses dados representam um importante indicativo de que a expectativa para o mercado de trabalho em 2019 é tranquila e favorável. 😀

Além do mais, com o avanço da tecnologia e a Internet cada vez mais presente em nossas vidas, muitas áreas estarão em alta no futuro como hardwarephotoshopinformáticafront page e outros. Assim, o mercado de trabalho tende a apresentar muitas novidades e tendências para os jovens e futuros profissionais. #top

Nesse contexto, mais que ter boas habilidades e demonstrar talento para alguns ofícios, é essencial se preparar para ocupar os melhores postos de trabalho com cursos profissionalizantes, capacitações e treinamentos.

Por outro lado, investir em um bom currículo, realizar o intercâmbio dos sonhosaprender inglês e se preparar para as entrevistas de emprego também são excelentes formas de se destacar no mercado de trabalho. #ficaadica

Por que o início é sempre mais difícil?

Como mencionado, os jovens bem-sucedidos nos processos seletivos são aqueles que se sobressaem, isto é, compensam a falta de experiência de trabalho no currículo com uma boa formação, cursos complementares, idiomas, autoconfiança e demonstração de garra. #show

No entanto, embora exista muito espaço para aqueles que estão no início de carreira, é preciso demostrar por que você merece ocupar aquela posição. Por isso, mãos à obra! Nada de ficar parado esperando a oportunidade aparecer, hein!

Identifique as empresas em que deseja trabalhar e vá à luta: busque conhecer o perfil das pessoas já contratadas e analise se você consegue se encaixar. Faça contato, demonstre interesse, se mostre útil e atento, enfim, deixe a preguiça de lado e explore as áreas que mais tenham a ver com você. \o/

Como resultado, além de aprender, ganhar o próprio dinheiro e aperfeiçoar suas capacidades com profissionais experientes, você ainda vai poder planejar o seu futuro com segurança e tranquilidade, afinal, o trabalho traz perspectiva e estabilidade 😉

Como driblar os concorrentes e conquistar o emprego dos sonhos?

Ok, que a retomada na oferta de vagas tem animado o mercado, você já sabe. Porém, e como driblar a concorrência e conquistar a preferência dos recrutadores? Em primeiro lugar, é importante ter em mente que, apesar de ser uma tarefa desafiadora, essa não é uma daquelas missões impossíveis.

Dessa forma, basta seguir algumas práticas simples e eficientes para superar os obstáculos e alcançar o emprego dos sonhos. Confira, a seguir, algumas dicas incríveis para tirar de letra essa disputa. Vamos lá?

Construa um currículo interessante

Você não tem experiência profissional, mas as atividades e cursos com os quais se envolveu ao longo da vida escolar também têm peso no seu currículo, sabia? Por isso, invista em formação — apresentar um currículo recheado de cursos pode colocar você na frente de outros candidatos.

E, claro, apenas empilhar nomes de cursos não vai adiantar, se você não absorver os conteúdos. Por isso, preste atenção nas aulas, pergunte tudo aquilo que não entender, peça ajuda aos professores, enfim, invista no seu conhecimento.

Importante: se o curso for profissionalizante (Pronatec, ou outro tipo de curso técnico), não deixe de conferir as oportunidades de estágio que costumam ser oferecidas na própria instituição de ensino, ok?

Avalie o seu comportamento

Um bom profissional é bem mais do que alguém muito habilitado em uma tarefa específica: características como pontualidade, comprometimento, seriedade, eficiência e bom relacionamento interpessoal são muito importantes na hora das avaliações.

Algumas necessidades do mercado de trabalho podem ser difíceis de acompanhar, quando se é tão jovem. Porém, empenhe-se, ouça o conselho dos seus chefes, professores e familiares. A sua dedicação estará diretamente ligada ao seu sucesso no primeiro emprego, e por consequência na sua carreira. 😉

Pense na área que você quer seguir, mas seja flexível

Todos nós temos uma habilidade especial, sonhos e metas de vida. Nesse contexto, é importante ir atrás daquilo que você almeja, mas entenda que nem sempre é possível começar no emprego dos sonhos — especialmente se você precisa entrar no mercado de trabalho para ajudar nas contas de casa.

Porém, isso não significa que a experiência não vá ser boa. Nem que você precisará, obrigatoriamente, passar o resto da vida nesse ofício. Encare as oportunidades como formas de aprender e dedique-se ao máximo ao seu emprego: você vai ver que seu currículo será muito mais atrativo do que o dos concorrentes!

Desenvolva uma boa comunicação

Uma das habilidades mais valorizadas e buscadas atualmente, desenvolver uma boa comunicação é um processo importantíssimo para quem deseja aproveitar a retomada na oferta de vagas.

Isso porque, ao sinalizar em seu currículo que dispõe dessa característica, você demonstra que consegue escutar, falar e escrever com efetividade. Consequentemente, você se torna apto a negociar, explicar conceitos, realizar networking e se conectar com os mais diferentes perfis de pessoas. Incrível, não?

Seja criativo e inovador

Assim como a comunicação, a criatividade e a inovação são competências essenciais no mercado de trabalho. Pensar fora da caixa, ter boas ideias e ser proativo certamente são práticas que vão colocar você à frente dos concorrentes — especialmente na área de tecnologia.

E para demonstrar essas habilidades, uma dica é começar pela apresentação do seu currículo. Por isso, coloque a imaginação para funcionar: inove na escrita, invista no visual e exiba soluções já criadas por você em outros campos profissionais. *-*

Crie um networking

Outra dica imperdível para conquistar o emprego dos sonhos é procurar pessoas que atuam nas empresas as quais você deseja ser contratado. Portanto, invista em um bom networking: mande e-mails, conheça outros profissionais, troque experiências, enfim, movimente sua lista de contatos.

Se tiver algum colega mais chegado, comunique a ele o seu desejo de mudar de empresa e compartilhe seus objetivos. Dessa forma, as chances de receber um convite para uma entrevista serão muito maiores 😉

Atualize-se constantemente

É importante ter em mente que nem sempre a contratação é imediata. Isto é, talvez demore até que você consiga ser contratado. Por isso, procure utilizar esse período para estudar, se atualizar e se preparar plenamente para o mercado de trabalho.

Ah, e não precisa investir rios de dinheiro nessa prática, afinal, muitos grupos, sites de empresas e comunidades de vagas oferecem cursos online, treinamentos acessíveis e palestras gratuitas. Interessante, não?

Como se comportar em uma entrevista de emprego?

Bom, até aqui você viu que é preciso investir na criatividade, comunicação, networking, entre outros itens, para entrar no mercado de trabalho, não é mesmo? Depois de ter apostado em todas essas ações, as empresas querem saber mais de você e te chamam para a primeira entrevista de emprego.

Porém, afinal, o que deve ser feito para que o candidato cause uma boa impressão no primeiro contato que vai ter com o entrevistador?

A seguir, vamos ajudar você a se preparar muito bem para esse momento. Então, confira!

Seja pontual

Ao ser pontual, você vai demonstrar interesse, comprometimento e responsabilidade com a empresa. Assim sendo, é recomendado chegar ao local com 15 minutos de antecedência. No entanto, se for atrasar, ligue e avise recrutador que não poderá chegar a tempo.

Vista-se de maneira adequada

Saber o que vestir para uma entrevista de emprego é outro item que deve ter atenção dos jovens no mercado de trabalho. No caso dos homens, usar calça, camisa social e sapato é algo que sempre vai cair bem. Lembre-se de não usar boné ou camiseta com menções ao time de futebol que você torce!

Já para as mulheres, o ideal é vestir uma blusa social sem decote profundo, calça ou saia reta na altura dos joelhos e sapatos de saltos médios. Ainda, evite usar maquiagem e perfume muito forte e acessórios grandes e brilhantes demais.

Utilize a linguagem formal

Aqui a dica é utilizar uma linguagem mais formal, porém, sem ser rebuscada. Então, procure falar as palavras de forma correta, converse com clareza, não fale alto e nem baixo demais e, ainda, não use gírias ou palavras de baixo calão em momento algum!

Mesmo que a entrevista seja mais descontraída, evite falar demais sobre você. Pois o recrutador pode pensar que está conversando com alguém egocentrista, ou ainda, desviar o foco da conversa. Responda claramente as perguntas feitas durante a entrevista.

Conheça o seu currículo

Estudar o seu currículo antes da entrevista vai fazer muita diferença, acredite! Desse modo, você pode falar com segurança a respeito da sua experiência, assim como dar exemplos em situações já vivenciadas em outros empregos.

Além disso, é importante lembrar que há pessoas que tendem a contar uma “mentirinha” durante a entrevista de emprego, a fim de criar uma autoimagem positiva. Entretanto, ao se aprofundar nas perguntas, o entrevistador provavelmente vai descobrir que existe alguma coisa errada na conversa.

Logo, procure fazer uma boa campanha sobre você mesmo, mas, em hipótese alguma, diga algo que não seja verdade sobre a sua experiência profissional, ou mesmo, sobre a sua personalidade.

Preste atenção nos gestos

Você sabia que, mesmo quando não falamos, estamos nos comunicando? Por meio de gestos e movimento que fazemos muitas vezes sem perceber, o recrutador poderá “captar sinais” sobre a nossa personalidade, e até perceber se estamos mentindo ou não!

Sendo assim, anote as dicas a seguir:

  • mantenha a coluna e os ombros eretos;
  • não desvie o olhar durante a entrevista;
  • sorria de maneira natural;
  • evite bater os pés no chão ritmadamente, pois isso demonstra nervosismo e ansiedade;
  • respire profundamente por 1 minuto antes de entrar na sala de entrevista.

Onde encontrar as melhores oportunidades de trabalho?

Depois dessas dicas, é hora de entender como você pode procurar as oportunidades ideais para ingressar no mercado de trabalho! Confira, a seguir, os melhores recursos disponíveis atualmente como estágio, trainee e menor aprendiz.

Menor aprendiz

Previsto pela Lei da Aprendizagem (10.097/00), o programa Menor Aprendiz possibilita que jovens de 14 a 24 anos possam trabalhar em vagas de aprendiz nas empresas brasileiras. É preciso estar matriculado ou já ter concluído o ensino médio para participar do programa. O menor aprendiz receberá treinamento na tarefa a ser cumprida. A duração máxima desse tipo de contrato é de 2 anos. 😀

Todas as empresas de médio e grande porte devem oferecer vagas no programa. A contratação acontece por meio de agências de emprego, como o Sine.

Estágio

Os estágios são oferecidos a estudantes com o objetivo de complementar o aprendizado recebido em sala de aula e treinar o futuro profissional em uma tarefa. Não gera vínculo empregatício e dura, no máximo, dois anos.

Para estudantes do ensino médio, é uma oportunidade de entrar em contato com o mundo do trabalho. Já para os que estudam em escolas profissionalizantes ou até mesmo cursos universitários, o estágio é a forma de entrar em contato com a área escolhida.

Os contratos de estágio são celebrados entre a instituição de ensino, a empresa contratante e uma agência de estágios. Procure a sua escola para saber mais sobre as oportunidades e aposte na que mais combina com o caminho que você deseja seguir para a sua carreira.

Trainee

Muitas empresas implementam programas de trainees, em que selecionam novos funcionários para passar por um processo de treinamento aliado à prática de trabalho. Se, ao final do programa de trainee, ele apresentar bons rendimentos, poderá ser efetivado. Não se trata de estágio, e sim de um vínculo temporário com a empresa, que pode se tornar permanente.

A escolaridade mínima para o trainee vai depender das exigências da empresa. Na maioria dos casos, esses programas buscam estudantes universitários ou recém-graduados.🙃

Como você deve ter entendido, a entrada dos jovens no mercado de trabalho é um desafio, mas que costuma recompensar no futuro. Acredite, os profissionais mais bem-sucedidos são aqueles que iniciaram cedo em suas áreas. Por isso, invista em cursos profissionalizantes de qualidade e reconhecidos no mercado e conquiste a melhor oferta de vagas \o/

Gostou do nosso texto? Já sabe em qual área você quer trabalhar daqui para a frente? Então, entre em contato com a Jumper Profissões e Idiomas e descubra o que podemos fazer para alavancar a sua carreira profissional!

Encontre a JUMPER! mais próxima

Ver unidades