Qual perfil profissional as grandes empresas mais contratam? Saiba aqui!

qual-perfil-profissional-as-grandes-empresas-mais-contratam-saiba-aqui.jpeg

A cada dia, as seleções de emprego ficam mais exigentes. Talvez você já tenha ouvido seus pais ou avós falarem sobre como conseguiram emprego apenas conversando com o dono de um negócio — mas, hoje em dia, as coisas são bem diferentes. É preciso desenvolver um bom perfil profissional para ter um emprego.

As empresas esperam muita coisa das pessoas que contratam. Assim, quem quer melhorar de vida e conquistar boas vagas precisa se preparar direitinho, hein?!

Estudar e se profissionalizar é muito importante, mas outras habilidades também são essenciais. Quer saber quais são as características que o mercado de trabalho mais valoriza? Então, acompanhe o nosso post e fique por dentro de tudo!

Tem afinidade com a cultura da empresa

A ideia de que uma empresa é muito mais do que só um negócio para ganhar dinheiro está cada vez mais forte. Atualmente, a maioria dos empresários investem em valores e diferenciais únicos para o seu serviço. E isso é muito bom! Já que você passará a ser valorizado também pelos princípios que você tem dentro de si — e não apenas pela sua capacidade de bater metas.

Uma loja de móveis, por exemplo, pode trabalhar com ideais de sustentabilidade. Assim, o dono vai querer contratar pessoas que se identifiquem com essa cultura e abracem essa ideia.

Cada empresa tem suas características e modo de funcionamento — e isso vai depender não só de quem fundou o negócio, mas de todos que trabalham nele. Por isso, conhecer e ter afinidade com o que a empresa prega é tão importante no mercado de trabalho atual, certo?

Quer uma dica? Sempre que for enviar seu currículo ou participar de uma entrevista, pesquise informações sobre a empresa. Conheça a história do fundador e saiba como ele gosta de apresentar o negócio. Assim, você se prepara melhor e tem a chance de mostrar que tem os valores que a empresa está buscando.

Sabe se relacionar bem

Já se foi o tempo em que realizar um bom trabalho era suficiente para ser valorizado como profissional. Há alguns anos, era comum ouvirmos frases como “ele não é uma pessoa simpática, mas trabalha muito bem”. Hoje, as empresas querem cada vez mais unir as duas coisas. É o famoso ditado “juntar a fome com a vontade de comer”, sabe?

Pois bem! Não adianta realizar uma função com perfeição se, ao mesmo tempo, a pessoa se envolve em encrencas com os colegas. Saber trabalhar em equipe é uma qualidade fundamental — por isso, fuja das tretas!  Até mesmo quem costuma ficar sozinho na maior parte do tempo, como um técnico de computador, precisa se relacionar bem com outras pessoas.

E, sim, nós sabemos que nem sempre é fácil conviver e trabalhar em grupo, mas é possível melhorar essa habilidade com o tempo — então, nada de pânico! Um bom começo é reconhecer que essa tarefa é importante (já que ninguém vive sozinho, não é mesmo?) e que, no fim das contas, a empresa precisa da soma do trabalho de todos os colaboradores para ter sucesso.

Tem habilidades emocionais e comportamentais

No primeiro momento, o que chama atenção no seu currículo são os cursos e as experiências de trabalho que você já tem, certo? Entretanto, durante o processo seletivo, os responsáveis pela empresa vão querer conhecer mais sobre o seu lado emocional — já que o comportamento é um dos principais pontos observados em uma entrevista.

Você já ouviu falar em inteligência emocional? Ela pode se referir a muitas questões, mas, no geral, uma pessoa que possui essa habilidade bem desenvolvida é equilibrada, consegue reconhecer e lidar da melhor forma possível com as próprias emoções e as dos seus colegas. Em outras palavras: essas são as pessoas good vibes, sabe? Então, seja assim também!

Porém, ter inteligência emocional significa também saber reagir bem sob pressão, superar a timidez e encarar os desafios com positividade. Parece ser muito complicado, né? Mas não! Basta manter a calma, saber conquistar as pessoas, estar sempre motivado com o trabalho e fazer o seu melhor — já que esses são diferenciais que melhoram o seu perfil profissional e aumentam seu destaque em uma seleção.

Domina as habilidades técnicas

Não é porque as competências emocionais entraram em cena que os conhecimentos técnicos perderam importância. Pelo contrário, hein?! As empresas continuam buscando pessoas que conheçam a sua área de atuação e mandam bem no que estão fazendo.

Além disso, com as mudanças no mercado de trabalho, a concorrência entre os bons profissionais é muito maior — por isso, você precisa caprichar!

Nesse sentido, vale muito a pena investir na sua profissionalização, já que em uma seleção, os cursos que você fez e a qualidade do local onde estudou são muito importantes. Ah! E os contratantes valorizam o profissional que está sempre estudando e adquirindo novas habilidades para o trabalho.

E atenção: além de ter formação para realizar um trabalho, outro conhecimento indispensável é o de informática, visto que, hoje em dia, todos os profissionais precisam saber mexer em programas básicos de computador e acessar a internet. Além do mais, muitas tarefas nas empresas são feitas on-line. Esteja preparado para isso, então!

É flexível e se adapta às mudanças

A flexibilidade é outra qualidade muito procurada em um perfil profissional. Isso porque o mercado de trabalho está diminuindo cada vez mais as fronteiras entre as profissões. Os trabalhos estão ficando menos isolados e mais coletivos. Nesse cenário, é interessante ser flexível e ganhar habilidades que vão além da sua função. Conhece o slogan de Bombril: “mil e uma utilidades”? É bem esse, o espírito da coisa!

Um atendente de call center que trabalhe com suporte, mas também se interesse em desenvolver habilidades de marketing, por exemplo, se torna um profissional mais completo. Consequentemente, vai ser mais valorizado pelo seu chefe e pelo mercado de trabalho como um todo.

A flexibilidade também é importante para lidar com algo muito presente na carreira: as mudanças — afinal, tudo muda muito rápido! Mesmo que você passe anos trabalhando na mesma função em um local, as coisas podem mudar da noite para o dia. Nesses momentos, a empresa vai valorizar os profissionais que tenham atitude positiva e respondam melhor às novas necessidades. Por isso, aventure-se no conhecimento!

Está em busca de mais conhecimento

Por fim, para ter sucesso no mercado de trabalho, você precisa estar sempre disposto a aprender. Fazer um curso bacana e conseguir um bom emprego é ótimo, mas não se esqueça de buscar sempre seu crescimento profissional. Seja na empresa em que você estiver trabalhando ou em outros locais, diversas oportunidades se abrem para quem quer crescer!

Por isso, invista em novos cursos e estude cada vez mais. Você pode, também, participar de palestras, cursos rápidos e eventos de aprendizagem.

Investir na compra de bons livros é outra forma de se atualizar e melhorar o seu desempenho. Por isso, sobrou aquela graninha no final do mês, aproveite e adquira um livro que ensine algo novo para você! Sem dúvida, as empresas preferem contratar pessoas que gostam de estudar e de se especializar — por isso, não vai dar bobeira, hein?!

Ah! Não é porque você não tem dinheiro sobrando, que precisa deixar de estudar. A internet oferece vários conteúdos gratuitos, assim, é possível aprender muito estudando pelo computador ou celular. Lembre-se: você não precisa focar somente na área profissional que escolher seguir; você pode aprender conhecimentos de outras profissões e desenvolver habilidades emocionais. Invista o seu tempo nisso, que tal?

Agora você já sabe qual é o perfil profissional que as grandes empresas mais contratam. Portanto, não dê mole! Construa um currículo legal e se prepare para as entrevistas — já que esses são bons caminhos para conquistar um ótimo emprego e realizar seus sonhos!

Gostou deste post? Que tal ter acesso a dicas sobre seleção de emprego? Então, leia nosso texto com 10 dicas para ter sucesso em uma entrevista! Até mais!