Profissional do Futuro: 6 habilidades para ficar ligado!

profissional-do-futuro-6-habilidades-para-ficar-ligado.jpeg

No mercado de trabalho, o futuro acontece todo dia. Para lidar com as mudanças e conquistar destaque nas suas funções, as pessoas estão se profissionalizando cada vez mais e aprendendo novas habilidades. Assim, para se tornar o profissional do futuro você precisa começar hoje mesmo!

Além da necessidade de crescer no mercado e alcançar empregos melhores, você precisa ter em mente que algumas profissões que são conhecidas hoje não vão mais existir daqui a alguns anos. O mundo não é mais como o dos nossos avós, que trabalhavam a vida toda na mesma coisa, não é verdade?

E aí, quer saber se você tem as qualidades necessárias para trabalhar nas profissões do futuro? Separamos, neste texto, 6 habilidades que vão fazer toda a diferença no seu currículo. Acompanhe e boa leitura!

1. Ter conhecimento em informática

Não podemos negar a importância de saber mexer em programas de computador e acessar a internet. Nos últimos anos aconteceram várias mudanças tecnológicas e o mundo está cada vez mais conectado, não é mesmo? Portanto, o conhecimento nessa área é importante para qualquer profissional — tanto hoje quanto no futuro.

Não é mais suficiente saber apenas o básico da informática. Como ela está evoluindo muito, sempre surgem novas tecnologias e você precisa acompanhar todas. Quem quer trabalhar como auxiliar administrativo, por exemplo, vai precisar mexer em vários programas que servem para organizar tarefas que antes eram feitas de forma manual.

Até mesmo usar um e-mail ficou mais difícil. Agora, além de trocar mensagens, esse programa tem muitas outras funções, como guardar documentos online. Assim, quem está procurando emprego em um escritório ou quer se preparar para ser um profissional do futuro deve estar atento a todas essas funções da tecnologia, certo?

Felizmente, essa não é uma tarefa complicada! Como essa geração já nasceu conectada com a tecnologia fica muito mais fácil acompanhar as mudanças. Aliás, pode perceber que ensinar a sua mãe ou avó a usar um aplicativo de celular é um desafio muito maior do que aprender a mexer nele, não é?

2. Despertar o interesse por várias áreas

Hoje em dia, dificilmente um profissional consegue trabalhar sozinho. Na maioria das empresas as pessoas trabalham em equipes ou, pelo menos, dependem da função de outros para conseguir os resultados. Dessa forma, a habilidade de se relacionar com os colegas e ter interesse pela área de trabalho deles é muito valorizada — e vai ser ainda mais no futuro!

Até quem trabalha com telemarketing, por exemplo, mesmo que atenda ao telefone sozinho, depende de todo um trabalho de equipe para realizar bem a sua função. Além disso, muitas vezes esse profissional precisa entender de outras áreas (como vendas ou suporte técnico) para prestar um serviço de qualidade.

Assim, quem entende a sua função, e também se interessa por outras áreas da empresa tem mais chances de ser reconhecido e conquistar novos cargos. O mercado do futuro não vai ver com bons olhos os profissionais que buscam apenas realizar a sua função — é importante procurar formas de se destacar!

3. Desenvolver habilidades sociais e emocionais

Até pouco tempo, um bom profissional era aquele que fazia o seu trabalho com perfeição, independentemente de se dar bem com os colegas ou ter equilíbrio emocional. Mas isso vem mudando muito! O profissional do futuro precisa, além da competência técnica para realizar a sua função, ter habilidades sociais e emocionais.

O que isso quer dizer na prática? Que a pessoa precisa aprender coisas que ajudem a ser mais simpática, trabalhar bem equipe, estar motivada, ter saúde emocional, manter a calma e saber negociar e conquistar as pessoas, além de evitar conflitos e saber solucionar os que surgem.

Imagine trabalhar em um lugar que você se dá bem com todo mundo. Agora pense como seria o cenário oposto: você estar com uma equipe na qual ninguém é amigo. Não é mais difícil? É por isso que as empresas não vão mais se interessar por profissionais que não tem inteligência social, ou seja, que não sabem se relacionar bem com os colegas.

O trabalho tem resultados muito melhores quando todos contribuem para um clima agradável. Nem sempre isso é fácil (é verdade), já que você não escolhe seus colegas de trabalho. Por isso, para evitar problemas, um dos maiores aprendizados é saber lidar com as diferenças. Ter paciência com todos também é muito importante, hein?

4. Ser flexível

Outra habilidade que vai ser muito buscada no profissional do futuro é a flexibilidade. Ser flexível é saber lidar com as mudanças da vida. As empresas valorizam bastante os profissionais que não se limitam! Eles têm uma função básica, mas estão dispostos a aprender novas coisas e a ajudar em outros tipos de trabalho, por exemplo.

A flexibilidade também é importante porque nem sempre a rotina da empresa pode ser mantida. Vamos imaginar que aconteça um problema e todo um setor precise mudar de lugar temporariamente: a empresa vai querer que os funcionários convivam bem com isso e saibam contornar as dificuldades.

5. Ter capacidade para resolver problemas

As empresas esperam cada vez mais que o profissional consiga resolver os problemas do trabalho sozinho. Alguém que conhece a função e não depende tanto da ajuda dos chefes é muito bem-visto, pois mostra experiência e jogo de cintura.

Essa competência vai ser ainda mais reconhecida no profissional do futuro, já que o novo mercado de trabalho procura essas pessoas. Assim, habilidades como pensamento rápido, organização e conhecimento para superar dificuldades fazem parte do perfil profissional esperado.

6. Saber falar outra língua

A tecnologia aproximou muito a realidade dos diferentes países. Hoje, existem várias empresas de outros lugares do mundo atuando aqui no Brasil. Além disso, muitos empresários brasileiros têm negócios no exterior ou utilizam conhecimentos de lá para melhorar a sua empresa.

Dessa forma, fica impossível não reconhecer que saber outra língua virou uma necessidade. Aqui no Brasil, por exemplo, as principais são o espanhol e o inglês. Por isso, procurar cursos de idiomas — ou mesmo aprender por conta própria, com a ajuda da internet — vai ajudar você a se preparar melhor para o mercado de trabalho.

Essas 6 características que citamos vão fazer parte do perfil do profissional do futuro, mas também já são muito valorizadas hoje em dia. Você pode começar agora mesmo a se preparar para ter destaque no trabalho e conquistar seus sonhos! Que tal?

Quer mais dicas? Temos um texto especial com 10 dicas para você ter sucesso em uma entrevista de emprego! Boa leitura.