Plano de estudos: o que é e como usá-lo para ter bons resultados?

plano-de-estudos-o-que-e-e-como-usalo-para-ter-bons-resultados.jpeg

As provas que temos na escola fazem parte do nosso dia a dia. Seja qual for a matéria, queremos tirar boas notas e nos preparar para o futuro, não é? E quando falamos sobre o ENEM, isso não é diferente! Como essas provas vão nos ajudar a conquistar a carreira que sonhamos, a dica é montar um super plano de estudos para mandar bem nos resultados.

Basicamente, o plano de estudos é uma forma de se organizar e garantir que toda matéria estudada esteja na ponta da língua (ou da caneta, rs!). Além do mais, isso ajudará a não deixar nenhuma matéria acumulada, ou esquecida para trás. Ah! Mas não é só isso: ao definir um plano de estudos, você conseguirá fazer render o seu tempo e terá seus momentos para se divertir com os amigos ou sair com o crush — ou com a crush, né? <3

Pensando nisso, preparamos algumas dicas que vão ajudar você a colocar tudo isso em prática. Quer saber mais e se tornar o mestre dos bons resultados? Então, se liga só!

Defina seus objetivos

Seja para uma prova da escola, seja para o ENEM: você deve ter claro, aí na sua cabecinha, qual é o objetivo que você quer alcançar com o plano de estudos. Vai que um dos seus objetivos é conquistar aquela vaga tão sonhada na faculdade? #vaique

Mesmo que seu objetivo seja tirar boas notas na escola, um planinho de estudos bem-feito vai trazer muitas vantagens para você futuramente. Por isso, se dedique para aprender o máximo que conseguir — e não apenas para passar de ano, hein?!

Não deixe para a última hora

O primeiro passo é se planejar e colocar o plano em prática alguns meses antes das provas. Assim, você conseguirá estudar com calma, terá tempo para pesquisar e tirar as suas dúvidas com colegas e professores.

Ah! Esse planejamento também garante que você veja e entenda toda a matéria que vai cair nas provas — e isso não deixará você desesperado para aprender tudo em um único dia. #desespero

Por isso, não deixe para a última hora! 😉

Tenha um ambiente para estudar

Seja no seu quarto tranquilo, seja em outro cômodo da casa: saiba qual é o melhor lugar para colocar seu plano de estudo em prática. Para isso, é importante que você não tenha muitas distrações e consiga se concentrar — não vale pensar em ficar de frente para a TV, hein?

Além do mais, esse cantinho mágico deve ter uma boa iluminação e ser muito confortável — mas não tanto a ponto de deixar sonolento, está bem? Algumas pessoas gostam de estudar com uma música baixinha, outras preferem ficar bem quietinhas. Nesse sentido, você precisa pensar e entender o que funciona melhor para o seu rendimento. 😉

Separe o tempo necessário

Ao iniciar o planejamento meses antes das provas, você vai entender o volume de materiais que precisa estudar e dividir isso pelo tempo que você tem. Assim, você vai saber quantas horas você precisa estudar por dia! Parece difícil, mas não é (a gente jura, juradinho)!

Uma fórmula que dá super certo é dedicar um tempo maior para as matérias que tem mais dificuldade. Assim, você consegue focar no que “atrasa” o seu rendimento, até aprender de vez — alcançando um resultado geral muito melhor!

Veja o que é mais importante

Assim como dedicar mais tempo, é importante que estude primeiro as disciplinas que tem mais dificuldade — pois, assim (como já dissemos), você resolve essa pendência mais rápido e fica mais “de boa” revendo as matérias em que já manda bem!

Uma outra forma é ficar ligado em qual prova está mais próxima da data de estudo, e se dedicar para essa matéria. Se a prova de Matemática é em uma semana, e a de Geografia em duas semanas, invista seus esforços, hoje, na disciplina de Matemática.

Tenha uma agenda atualizada

Tenha uma agenda ou um calendário organizado com todos os compromissos escolares — e mantenha sempre atualizado! Lembre-se da tragédia que é fazer uma prova sem se programar (é horrível, a gente sabe)! Por isso, evite surpresas: anote e acompanhe tudo, tim-tim por tim-tim.

Além das provas, você deve combinar seus estudos com outras atividades escolares, como trabalhos em equipe. Assim, seu cronograma deve estar sempre em dia para que você não se perca nas datas e faça tudo direitinho! 😉

Faça esquemas de organização

Algumas pessoas gostam de fazer rascunhos para tudo! Outras, preferem sublinhar alguns livros e cadernos para entender melhor a matéria. Cada um tem seu esquema para estudar, e você pode descobrir como funciona melhor no seu caso.

Desenhe gráficos, setas ou, até mesmo, marque algumas palavras-chave que ajudem a recordar da matéria. Assim, você vai criando seu próprio rascunho e entende, do seu jeito, a forma mais eficiente de estudar.

Ah! E esses esqueminhas podem ajudar você muito nos dias mais próximos da prova, hein? Em vez de rever toda a matéria, você pode ler apenas as suas anotações e recordar dos principais assuntos que serão cobrados. #ficaadica

Não se esqueça do seu tempo livre

Não! Pode ficar tranquilo, que você não precisa ocupar todos os horários vagos do seu dia estudando, tá? O interessante de criar um plano de estudo é que você vai ter seu horário de lazer e não vai ficar com estudo acumulado. Assim, você não fica estressado ou cansado (ninguém merece)!

Por isso, ao programar seus horários, não se esqueça de reservar um momento do seu dia para assistir uma série, encontrar os amigos, jogar videogame ou fazer qualquer outra coisa que esfrie e distraia sua cabeça! \o/

Teste o seu aprendizado

Ao terminar um assunto, uma boa prática é se testar para ver se você está realmente preparado para realizar a prova. Para isso, você pode encontrar simulados na internet, rever as atividades feitas em sala ou, até mesmo, pedir alguns testes extras para os professores.

Desse jeito, vai ficar fácil entender o nível de cobrança de cada disciplina — e, caso não esteja indo tão bem assim, você pode se programar para rever a matéria e arrasar no dia da prova.

Fique de olho nas metas

Uma maneira de garantir que você está cumprindo seu cronograma de estudos é ficando de olho nas suas metas. Diárias, semanais ou mensais: você deverá definir tudo que estudará nesse período e ficar na linha para cumprir a rotina dentro do planejado.

Isso é mais uma forma de não deixar o estudo acumular e garantir que você está evoluindo, de acordo com sua necessidade. Você também pode se dar recompensas ao cumprir as metas estipuladas — como se permitir uma horinha a mais de lazer, ou comprar algo que você tanto quer, quem sabe?

Definindo os objetivos e colocando todo o plano de estudos em prática, certamente você entregará uma prova capaz de representar todo o esforço e dedicação das últimas semanas de estudo. Isso ajudará que você tire notas excelentes (oba!) e saia na frente com uma boa colocação profissional.

Gostou das dicas? O que acha de ajudar seus amigos a se saírem bem nas provas também? Compartilhe este post nas suas redes sociais e mostre que você é antenado! 😉