Aprenda a procurar vagas de emprego de maneira eficiente

aprenda-a-procurar-vagas-de-emprego-de-maneira-eficiente.jpeg

Em tempos de crise e de altas taxas de desemprego, é preciso saber procurar vagas de emprego de forma eficiente. Investir bem o seu tempo, e conseguir alcançar seus objetivos com mais agilidade é essencial, mas é, ao mesmo tempo, desafiador.

Quando você está em início de carreira, ainda sem formação e com pouca ou nenhuma experiência profissional, é preciso traçar algumas estratégias para se destacar entre tantos outros candidatos que estão na mesma situação.

Não é uma tarefa fácil, mas é possível melhorar consideravelmente seu potencial como candidato e aperfeiçoar seu processo de busca. Ao invés de “sair atirando para todos os lados”, invista um tempo para a sua preparação e conheça algumas ferramentas que vão lhe ajudar a garantir seu próximo trabalho.

E se você ficou curioso sobre o assunto, veja abaixo as 7 valiosas dicas que preparamos para você!

1.Trace um objetivo

Antes de começar sua trajetória como candidato, pare por alguns instantes e pense em qual tipo de carreira você deseja. Não é necessário se limitar a uma função específica, mas a área de atuação ou o perfil de atividade escolhida devem ser decisões conscientes.

Por que procurar vagas de emprego na área da saúde se você não pode ver sangue, por exemplo? Mas se você adora bichos, que tal começar sua busca em pet shops, agropecuárias ou até indústrias de produtos para animais?

Talvez você tenha dificuldades de encontrar seu caminho, especialmente quando está em busca do seu primeiro emprego, mas é possível direcionar sua procura com base nas disciplinas com as quais você se dê bem na escola, seus hábitos e gostos.  Seja focada, porém, flexível. É importante ter um leque amplo de opções para que o número de oportunidades encontradas seja satisfatório. 

2. Prepare seu currículo

Na maioria das vezes, o currículo é o primeiro contato do candidato com o recrutador. Há vagas em que centenas de pessoas se candidatam e, com certeza, um currículo ruim descartará um possível bom profissional do processo seletivo.

É necessário, portanto, buscar maneiras de melhorar o currículo e encontrar formas de se destacar nesse breve documento. Uma tarefa trabalhosa, porém muito importante, é adequar o currículo para cada oportunidade.

Além de alterar o campo “objetivo” em cada cargo proposto, você pode informar atividades extracurriculares, trabalhos voluntários ou habilidades pessoais que sejam importantes para desempenhar bem a função desejada.

Para concorrer a um cargo de secretária, por exemplo, destacar que você tem capacidade de digitar (x) palavras por minuto é um diferencial. Entretanto, essa não é uma qualidade a ser destacada ao concorrer a uma vaga na área de enfermagem por exemplo.

3. Dê atenção às suas redes sociais

É consenso entre os recrutadores que as redes sociais têm sido cada vez mais consultadas para conhecer detalhes do perfil dos candidatos. Tenha cuidado, portanto, com o conteúdo das mensagens e imagens que disponibiliza na rede.

Qualquer conteúdo que tenha relação com violência, intolerância (racial, sexual, religiosa), fanatismo (religioso, político) e o mau uso da língua portuguesa podem eliminar o candidato de um processo seletivo. Assim como um candidato que aparece na balada todos os dias, ou passa o dia inteiro na academia pode não ser muito bem visto. 

Use as redes ao seu favor, publicando conteúdos que tenham relação com seu dia a dia, mas que também lhe representem de forma positiva. Indicação dos livros que você está lendo, imagens de passeios culturais e o compartilhamento de conteúdos que tenham relação com a área em que você pretende atuar são bons exemplos para tornar seu perfil mais atraente para um recrutador. Mas é claro, não minta nem finja ser alguém que você não é, apenas para agradar. 

4. Procure nos lugares certos

A internet está cheia de opções para procurar vagas de emprego. Há portais nacionais com oportunidades de todos os tipos. Existem também empresas de recrutamento e seleção regionais que podem atuar com todos os tipos de vagas, ou podem ser focadas em um perfil, como cargos de gestão ou cargos mais operacionais.

Você também pode procurar em classificados nos jornais impressos, grupos em redes sociais e em aplicativos de telefone. Não deixe nenhum tipo de ferramenta de lado. Busque informações de todas as opções disponíveis e mantenha seu cadastro atualizado em todas elas. 

Outra opção é listar as empresas próximas a você e que são aderentes aos seus objetivos profissionais. Em uma ligação para cada uma delas você pode coletar os dados do responsável pelas contratações, pois ao enviar seu currículo e carta de apresentação direcionados para a pessoa certa — chamando-a pelo nome —, suas chances de receber atenção aumentam bastante.

5. Esteja atento às oportunidades

Assista aos jornais, leia notícias de economia e finanças, enfim: esteja atento à sua área de interesse. Muitas vagas nem são divulgadas externamente, pois as empresas contam com indicações de candidatos e recrutamentos internos. Fique ligado quando um novo negócio chegará ao seu bairro ou quando uma empresa aumentar a equipe, desta forma, é mais fácil para você chegar na frente dos outros candidatos. 

As diferentes épocas do ano também devem ser consideradas. Se você procurou emprego em uma loja no início do ano e recebeu uma recusa, retorne antes das vendas de Natal. Possivelmente haverá vagas temporárias que podem se tornar efetivas com o tempo. 

6. Mantenha uma boa rede de relacionamentos

Mantenha relacionamentos em todo tipo de ambiente e com vários tipos de pessoas: colegas de escola, do curso de aperfeiçoamento, do salão de beleza, da igreja, do parque e de todos os lugares que puder.

Deixe as pessoas sabendo dos seus interesses e objetivos profissionais para que te avisem quando souberem de uma vaga. Saiba cultivar esses contatos mesmo quando não estiver buscando novas oportunidades. Manter uma rede de relacionamentos (networking) ativo é importante em todas as etapas da vida e jamais deve ser uma relação de interesse unilateral.

7. Seja organizado

Manter seu currículo sempre atualizado é essencial. E a atualização deve ser feita em todos os locais em que ele foi divulgado ou cadastrado. Anote os sites e as datas em que se cadastrou, preferencialmente com registro de login e senha quando for o caso, para não se perder. E mensalmente, revise as informações atualizando o que for necessário. 

Registre também o contato das pessoas para quem enviou o currículo. De tempos em tempos você pode voltar a fazer contato para consultar se há novas oportunidades ou não.  

O mais importante nessa jornada é ser persistente e não desanimar quando não receber retorno. Há muitas pessoas buscando as mesmas oportunidades que você e, infelizmente, nem sempre há espaço para todas naquele momento.

Ao procurar vagas de emprego, busque se destacar no meio dessa multidão, especialmente investindo em sua formação. Um curso profissionalizante, por exemplo, é uma excelente escolha. Pode estar aí a diferença entre o seu currículo e o do seu concorrente.

Gostou das nossas orientações? Confira também essas 8 dicas de como se destacar no mercado de trabalho e não perca mais nenhuma oportunidade.