O que você precisa saber sobre o curso de cuidador de idosos

o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-curso-de-cuidador-de-idosos.jpeg

Você já reparou como o mercado de trabalho está cada vez mais diferentão? Isso porque aparecem várias oportunidades de carreira todo dia. Pensando por esse lado, correr atrás de novos rumos profissionais — como um curso de cuidador de idosos — pode fazer toda a diferença no seu currículo!

A população está ficando cada vez mais velha, por isso essa ocupação tem ganhado muito espaço no mercado brasileiro, afinal, esse profissional é responsável por garantir a qualidade de vida dos nossos velhinhos. ❤️

Ficou interessado no assunto? Então, continue a leitura e descubra tudo sobre o curso de cuidador de idosos! #partiu

Por que investir em um curso de cuidador de idosos?

Um dos principais motivos para a profissão de cuidador de idosos estar em alta nos últimos anos é o envelhecimento da população — tanto no Brasil quanto no resto do mundo. 👴👵

De acordo com o IBGE, o número de pessoas na terceira idade cresceu 18% no país entre 2012 e 2017, e todos esperam que essa taxa continue aumentando nos próximos anos. O resultado dessa longevidade é a necessidade cada vez maior de acompanhamento e cuidados especiais para esse público tão especial. 😊

Como nós sabemos, envelhecer é um processo natural da vida e, para que a saúde e o bem-estar das pessoas sejam mantidos nessa fase, é preciso ajudá-las em algumas atividades do seu dia a dia  afinal, com a idade avançada, nosso corpo e mente não são mais os mesmos.

Por isso, esse profissional tem se tornado cada vez mais essencial para que muitos vovôs e vovós possam manter a sua qualidade de vida. Legal, né? 😍 E para que você possa trabalhar nessa área com dedicação e segurança, é preciso se capacitar! 

Assim, você adquire os conhecimentos práticos e teóricos necessários para ser um ótimo profissional. Além disso, investir em um curso de cuidador de idosos permite que você desenvolva as habilidades e competências necessárias para lidar com os mais variados cenários em que o idoso possa se encontrar. Massa, né? 🤗 

Agora que você já sabe a importância da atividade, que tal descobrir algumas características da profissão? Bora lá!

O que eu preciso saber sobre a profissão de cuidador de idosos?

Apesar do destaque que a carreira tem conquistado no mercado de trabalho, ainda existem muitas dúvidas sobre essa ocupação, como o perfil profissional ideal, suas principais tarefas, a jornada de trabalho, entre outros.

Além das técnicas essenciais para o trabalho, algumas características são fundamentais para que você possa dar um show nessa área. Confira, a seguir, algumas questões importantes sobre a profissão! 

Perfil do profissional

Em primeiro lugar, é preciso avaliar se essa é uma área interessante pra você. É necessário gostar de lidar com pessoas, afinal de contas, você vai manter contato direto com elas e participar ativamente de suas vidas — tanto nos momentos bons quanto em situações difíceis e delicadas. 

Nessa profissão, é fundamental ter empatia, controle das suas emoções, ser educado, gentil, atencioso, respeitoso e proativo. Além disso, é importante ter muita calma e tranquilidade, já que muitos pacientes podem apresentar dificuldades motoras e doenças crônicas, por exemplo.

Aliando essas características a um bom curso de capacitação, será possível realizar um trabalho impecável e primoroso e, consequentemente, contribuir para uma melhora significativa nas condições físicas e psicológicas do idoso. <3

Funções

A rotina de trabalho de um cuidador de idoso não é só ajudar a pessoa a fazer suas atividades de todo dia, se movimentar, fazer a higiene e cuidar da alimentação — e também não é só ficar do lado do velhinho vendo Sessão da Tarde. Longe disso! 

Na verdade, o profissional vai atender outros aspectos ou necessidades que o paciente precise. Entre as principais funções, temos administração dos remédios, ajuda na hora de se exercitar, prestação de atendimento de primeiros socorros e levar o paciente em consultas médicas. Aposto que você não achou que fosse tudo isso. 😆

Mas calma, apesar das responsabilidades, é importante lembrar que essas atividades são realizadas com a orientação e/ou supervisão de profissionais da área de saúde, como médicos, enfermeiros e fisioterapeutas. Com uma equipe dessas, bicho, não tem como dar errado! 

Remuneração

A função de cuidador de idoso não tem um salário mínimo definido. Isso significa que o seu pagamento pode apresentar variações. Tudo vai depender do local onde o profissional vai atuar — clínicas, casas de repouso e hospital —, de sua jornada de trabalho e, claro, do seu tempo de profissão.

De qualquer forma, segundo a Catho, o salário médio é de R$ 1.231,46, podendo variar entre R$ 900,00 a R$ 1.800,00. Nada mal, não é mesmo? 🤑

Jornada de trabalho

Assim como o salário, a jornada de trabalho de um cuidador de idoso pode variar de acordo com vários fatores. Isso porque, se você escolher prestar serviço de maneira integral e exclusiva (100% por conta disso) para uma pessoa ou para uma instituição, a sua jornada será de 40 a 44 horas semanais. 😱

Já se o contrato de trabalho for parcial, seus horários podem ser mais flexíveis. Normalmente, essa situação ocorre quando você atua como profissional liberal ou quando faz um acordo com a família do idoso para atendê-lo apenas em um período do dia, por exemplo.

Ou seja,o seu período de trabalho vai depender, basicamente, da forma como você vai exercer essa atividade tão especial e importante para os idosos.

Mercado de trabalho

Pensa na importância que o cuidador representa para as famílias e  para os pacientes. Agora dá pra entender por que a profissão tem sido cada vez mais valorizada, percebe? Isso acontece por causa da falta de mão de obra especializada em garantir o bem-estar do idoso — sem que ele se sinta debilitado, incapacitado ou dependente de outras pessoas (essa parte é muito importante!).

Como uma de suas principais virtudes é a disponibilidade de um atendimento humanizado e profissional, as famílias se sentem seguras em deixar o ente querido na companhia de alguém tão preparado. Nesse contexto, o mercado de trabalho tem oferecido boas oportunidades para quem decide realizar um curso de cuidador de idosos.👍

No Brasil, a gente consegue encontrar inúmeras vagas espalhadas pelo país, nos mais variados estados e em lugares como clínicas, asilos, hospitais e casas de repouso. Isso mostra que a obrigação e a necessidade de existir uma pessoa preparada para cuidar dos idosos de maneira humana e atenciosa é uma situação presente em todos os lugares! #show

Como você pôde ver, investir em um curso de cuidador de idosos é uma excelente maneira de ter sucesso profissional, afinal, o mercado de trabalho está precisando dessas pessoas! Porém, para se destacar na carreira, é fundamental fazer curso bem-conceituado em instituição reconhecida no mercado, senão não adianta nada! 

Além de contar com professores maravilhosos, uma boa escola vai oferecer o melhor conteúdo pratico e teórico para que você possa desenvolver suas habilidades e ser um profissional de sucesso. 👩‍🎓

Quer realizar um curso de cuidador de idosos na melhor escola do país? Então entre em contato com a JUMPER! e faça sua matrícula ainda hoje!