O que aprender com Malala Yousafzai? 4 ensinamentos para sua vida

o-que-aprender-com-malala-yousafzai-4-ensinamentos-para-sua-vida.jpeg

Nos dias de hoje, há muitas meninas e mulheres empoderadas com ensinamentos incríveis para a gente se inspirar. Uma delas é a Malala Yousafzai, já ouviu falar dela?

Malala é uma paquistanesa que vem lutando há muitos anos pelo direito à educação de meninas em seu país e no mundo. Ela ficou conhecida por seu blog “Diário de uma estudante paquistanesa”, onde escrevia sobre o impedimento de aulas para meninas pelo Talibã — movimento nacionalista islâmico — em seu país, em 2008.

Acusada de estar traindo a pátria, Malala sofreu um atentado em 2012, no qual quase perdeu a vida. Depois disso, ela se mudou com sua família para a Inglaterra e continuou lutando pelo direito de estudar e pela liberdade das mulheres, recebendo um prêmio Nobel da Paz em 2014, quando tinha só 17 anos.

Neste ano, ela fez uma visita ao Brasil, deixando vários ensinamentos para a gente. Quer saber quais foram? Continue lendo o nosso post!

Quais os ensinamentos de Malala Yousafzai?

Uma das vozes atuais do girl power, ela luta pelos direitos iguais entre homens e mulheres e pela educação de meninas ao redor do mundo, além de pregar pelo fim da violência. Dê uma olhada nas suas principais reivindicações.

1. A importância da leitura

Para Malala, a leitura é importante por dar acesso ao mundo e à cultura. Sabendo ler, todos podem participar melhor de decisões políticas e realizar atividades simples, como ler bulas de remédios, por exemplo.

Para ela, quando não têm acesso à educação e não aprendem a ler, as pessoas automaticamente estão excluídas de muitas situações cotidianas e têm mais dificuldade de lutar pelos seus direitos. Por isso, ela acredita que o acesso à educação e ao mundo da leitura é um direito universal, ou seja, para todos!

2. A beleza da diversidade

Para ela, também é importante que todos aprendam a enxergar a beleza na diversidade. Isso significa reconhecer as diferenças e celebrá-las, em vez de tentar fazer com que todos sejam iguais.

Ela acha que a diversidade deve ser valorizada de todas as formas: desde cor de pele a diferentes modos de vida, culturas e religiões, sempre com respeito e tolerância. Ela também acredita que isso deva ser ensinado na escola, para que haja mudanças reais e o preconceito diminua.

3. O poder das meninas 

Em sua luta pela igualdade de gênero, Malala faz questão de destacar que as meninas saibam seu valor. Isso porque, por sofrerem preconceito e terem direitos retirados, muitas vezes as mulheres sentem que são inferiores aos homens e têm menos confiança. 

Para ela, as meninas não podem se deixar abalar e nem permitirem ser tratadas como piores. Mesmo com o preconceito, ela acredita que todas devem ser confiantes e acreditar em sua capacidade e inteligência, sem deixar que as diminuam!

4. A luta pela paz

Mesmo tendo sofrido um atentado e ainda temer ataques de quem discorda dela, Malala defende a cultura da paz. Para ela, a violência só gera mais violência e não traz mudanças.

Ela também fala do preconceito com sua própria cultura, lembrando que muitos ainda acreditam que todos muçulmanos são terroristas, por exemplo. Para ela, esse tipo de intolerância religiosa e cultural é perigoso e gera mais violência.

Como saber mais sobre ela?

Se você se identificou com os ideais da Malala, pode aprender muito mais sobre ela com estes materiais:

  • documentário “Malala”: documentário que acompanha ela e sua família por 18 meses, mostrando seu cotidiano e sua luta;

  • livro “Eu sou Malala”: livro escrito por ela em parceria com uma jornalista britânica, contando sua história de vida e seu impacto na luta pela igualdade de gênero;

  • programa “O Próximo Convidado Dispensa Apresentação”: Malala é convidada no terceiro episódio desse programa de entrevistas, onde conversa sobre sua história de vida, lutas e conquistas. Por sinal, esse programa está disponível na Netflix! 😀

Essa mulher jovem, que já mudou a vida de muitas meninas pelo mundo, com certeza merece ser estudada por quem quer saber mais sobre empoderamento feminino e a luta pela igualdade.

Gostou de aprender mais sobre Malala Yousafzai? Tem mais materiais sobre ela para indicar? Comente aqui e compartilhe com a gente o que achou! \o/