Afinal, como fazer uma boa redação? Veja o passo a passo!

afinal-como-fazer-uma-boa-redacao-veja-o-passo-a-passo.jpeg

A redação é uma parte muito importante da nossa vida, seja para as atividades da escola, seja para o Enem ou, até mesmo, para conquistar o seu primeiro empreguinho. 😀

Quantas vezes você achou que uma redação seria um bicho de sete cabeças? Quantas vezes teve um bloqueio e não conseguiu sair do mesmo ponto? Muitas? Pois bem! Saia dessa! Escrever pode ser maneiro e você não tem que ser um expert para fazer uma boa redação.

Para mandar bem, você precisa se expressar de forma muito clara e ligar ideias de um jeito que faça sentido. Quer um passo a passo para saber como fazer uma boa redação? Então, está esperando o quê? Leia este post e prepare-se para brilhar nos textos! \o/

Faça rascunhos das primeiras ideias

Você pega o papel em branco, várias ideias começam a aparecer… mas e aí? Como colocar esse tantão de pensamentos no texto? Nada de desespero! Anote todas as ideias em tópicos para facilitar — e, sim, vai ser uma mistureba mesmo, hehe!

No começo, algumas podem até parecer bobas, mas outras podem ser as principais da sua redação. #bagunçaorganizada xD

Por isso, depois de anotar tudo, comece a escolher quais vão aparecer na sua redação e em que ordem você vai colocá-las. Veja, abaixo, como elas podem ser divididas:

  • as ideias sobre o contexto ou a situação de que você vai tratar podem aparecer na introdução;
  • as que falam sobre os impactos devem ir para o desenvolvimento (não se esqueça de usar bons argumentos, hein?);
  • na conclusão, você deve propor soluções ou retomar o que disse antes, mas tome cuidado para não repetir nada!

Risque as anotações muito viajadas e que não precisam aparecer. Pronto! Agora, vamos em frente? o/

Capriche na introdução

Quando iniciamos este post (este mesmo que você está lendo), lá em cima, nós falamos sobre a importância da redação e sobre como você percebe isso no seu dia a dia. Provavelmente, você se identificou com o que dissemos, né? Pois é!

A introdução é a parte que chama o leitor para o seu texto! É ela que mostra se ele deve ou não continuar acompanhando suas ideias. Por isso, capriche nessa parte! Faça um resumo do que a redação vai tratar e mostre que você sabe do que está falando. Mas não vá colocar informação sem sentido! Nada de ficar “enchendo linguiça”, ok? #foco 😉

Arrase no desenvolvimento

Aqui, estamos mostrando melhor como a redação pode ser feita de uma maneira mais fácil, ou seja, estamos cumprindo o que prometemos na introdução, certo?

É exatamente isso que você precisa fazer! 😉 Volte às suas anotações de ideias e veja como elas podem se separar em parágrafos. Experimente usar a ordem “causa e consequência” para arrasar no texto. Como assim? Por exemplo, tente responder duas perguntas:

  • O que levou até a situação que você mostra no texto?
  • Quais consequências isso tem?

E que tal usar exemplos? Eles podem deixar a redação bem mais completa! Além de dar base para seus argumentos, também evitam que o leitor fique perdidinho! 😛

Não deixe a conclusão para lá

Você seguiu todas as nossas dicas e o texto ficou maravilhoso! Mas aí, chega a hora de terminar e você começa a boiar… como concluir a redação de maneira perfeita? A gente conta! Aguenta aí! ;D

É só você retomar as ideias, tomando cuidado para não repeti-las. Uma boa fórmula (e que dá certo demais nas redações do Enem) é dar uma solução para o problema que o seu texto mostrou.

Mas fique de olho: soluções óbvias ou amplas demais — como “aumentar investimentos em educação” e “cobrar dos governantes” — podem fazer o texto todinho ficar pobre. Por isso, pense bem sobre a situação e como atitudes do dia a dia podem mudá-la… e aí, é só mandar ver! 😀

Faça um título atraente

O título já deveria ter sido feito lá em cima, antes mesmo da introdução, certo? #SQN! Está muito enganado quem pensa que o título é a primeira coisa a ser criada quando vamos fazer uma redação.

Ele é muito importante, sim! Mas já parou para pensar que fica mais difícil dar um nome para alguma coisa que ainda não tem “forma”? Pois então! Só depois de terminar a redação é que você vai ter mais clareza sobre qual é o título ideal. #dicaesperta :O

Ah, e seja criativo! Não ache que duas palavrinhas vão facilitar sua vida. Pelo contrário: elas podem acabar não dizendo nada e a pessoa começa a leitura meio sem saber o que está rolando. Então, bora caprichar nesse título, beleza? o/

Volte e leia tuuudo

Nessa hora, você pode estar pensando: “Ufa! Acabou o sufoco. O texto está feito, fechadinho, com um título lindo… e pronto!”. Ei, espera aí! Não é bem assim, não. Tem certeza de que está tudo certinho?

Aqui, é superlegal dar uma respirada. Se for uma atividade valendo nota, por que não ir ao banheiro e tomar uma água para respirar um pouco? Agora, se for no Enem, uma ideia é voltar às outras questões para, só então, ver a redação de novo. Já se for em uma entrevista de emprego, dê um tempinho, estique as pernas e volte ao texto.

Por quê? É que nosso cérebro, às vezes, fica muito “viciado” no que estamos concentrados. E dar um tempinho é bom por isso: quando voltamos para ler o texto, podemos encontrar erros que não tínhamos percebido antes, pode ser de concordância, de acentuação, de ortografia…

Além disso, você pode aproveitar para dar uma olhada se está tudo ornando com o que a introdução apresentou. Também veja se a conclusão fecha bem e deixa o texto redondinho. Aí, sim, depois de fazer as mudanças necessárias e quando estiver tudo belezinha, você pode cantar vitória! Agora sim, que alívio, hein? 😉

É, colega… fazer uma redação pode ser tenso no início, mas está longe de ser a pior coisa do mundo. Largue esse ranço para lá e tenha atenção aos pontos que citamos sobre como fazer uma boa redação. Seguindo esse passo a passo, você já pode se preparar para lacrar e receber AQUELA nota maravilhosa! 

E aí? Está precisando de um empurrãozinho? Saiba como podemos ajudar você! Entre em contato conosco e conheça nossos cursos!