7 habilidades para você desenvolver jogando seus games favoritos

7-habilidades-para-voce-desenvolver-jogando-seus-games-favoritos.jpeg

Se, na sua casa, seus pais estão sempre chamando a sua atenção porque “você passa tempo demais jogando videogame“, temos uma excelente notícia que pode resolver esse problema! Ou, pelo menos, diminui-lo. Como? Bom… alguns cientistas descobriram que, diferentemente do que seus pais pensam, o videogame pode ser, sim, uma forma bem divertida de desenvolver habilidades importantes para o mercado de trabalho. É sério! \o/\o/

Isso quer dizer que, quando joga Minecraft ou FIFA, por exemplo, além de estar se divertindo à beça, você também desenvolve (sem perceber) algumas habilidades, como a criatividade, o pensamento estratégico, a concentração e muito mais! Daora, não é mesmo? 😀

E agora? Quer saber como convencer seus pais a conseguir ficar mais um tempinho jogando? Então, continue ligadinho com a gente neste post!

#1. Criatividade

Lembra daquela fase marcante de um jogo superdifícil que você gastou horas e horas tentando passar? Pois, então, acredite: esse tempo todo não foi desperdiçado! Primeiro, porque você conseguiu mudar de fase, hehe! Parabéns! Segundo, porque, de acordo com especialistas, quando o jogador é posto em um cenário com uma jogabilidade muito difícil, seu cérebro começa a ficar mais criativo para vencer esses desafios. :O

Assim, é questão de minutos para que novas ideias e alternativas sejam pensadas e testadas por você, jogador. Sem se esquecer de que as imagens coloridas e os sons dinâmicos também conseguem ativar essa habilidade com força total! Iraaado demais, fala a verdade!

Por isso, os videogames podem, sim, incentivar a sua capacidade de criação — o que, no final das contas, é uma habilidade muito esperada por grandes empresas no mercado de trabalho, como a Google e o Facebook.

#2. Pensamento estratégico

Essa habilidade aqui pode ser tida como uma consequência da capacidade de criação. Como assim? Bom, como já dissemos, para conseguir avançar no jogo, seu cérebro precisa trabalhar de uma maneira mais criativa, certo? Por isso, NATURALMENTE, a sua mente começa a definir um passo a passo de tudo o que deve ser feito para passar de fase. Veja bem: isso acontece naturalmente! ;D

Por exemplo: imagine que você chegou na fase do chefão e já morreu várias vezes. O que você, instintivamente, faz é começar a imaginar e tentar outros movimentos ou estratégias que possam ajudá-lo a, finalmente, passar para a próxima fase ou zerar o jogo, não é? Pois bem! É isso o que acontece no mundo real: diante de um desafio, seu pensamento se torna estratégico! *-*

#3. Rapidez

Uma coisa é certa sobre os videogames: quanto mais rápido você for, mais pontos ganha. Ou, em alguns jogos, pelo menos, você não perde (e, assim, não tem que começar tuuudo de novo)! #gameover -.-‘

Por isso, a cada dia de jogo, sua habilidade de raciocínio lógico melhora mais e mais. Afinal, a pressão e a vontade de vencer estimulam você a se tornar mais esperto na forma de pensar e de decidir o que fazer para passar de fase.

Pois é! Quem diria que aquela ansiedade de fugir dos monstros e dos inimigos que estão correndo atrás de você ajudaria bastante no seu futuro emprego, hein? #F.E.A.R #AlienIsolation #SilentHill #ResidentEvil

#4. Poder de concentração

Você já reparou como seu amigo fica quando está jogando? Exatamente! Paralisado, com respiração pesada e com olhos arregalados! Parece que ele entrou em um mundo paralelo e nada, nem ninguém, consegue tirá-lo de lá — nem mesmo a mãe dele chamando para almoçar! #sómais5minutinhosmãe xD

Isso acontece porque, durante os jogos, as pessoas precisam se manter totalmente concentradas naquilo que estão fazendo para conseguir passar de fase, não é? Mas o que você provavelmente não sabe é que, por causa dessa atenção total, os jogos também conseguem desenvolver a capacidade de concentração — habilidade fundamental em profissões como pesquisador e engenheiro.

#5. Foco em solução de problemas

Essa habilidade não quer dizer (necessariamente) que a pessoa, só jogando videogames, vai ser capaz de solucionar uma equação matemática dificílima ou criar um novo aplicativo para resolver qualquer problemão que exista por aí. Não! #bemquepoderia :p

É preciso se preparar bem para os desafios que serão encontrados no trabalho. Afinal, eles só podem ser resolvidos caso o profissional possua os conhecimentos técnicos necessários para conseguir encontrar boas soluções, como saber programar para criar aplicativos melhores. 😉

No entanto, os jogos são, sim, um ambiente em que as pessoas conseguem desenvolver um pouco da capacidade intuitiva de solucionar problemas com mais agilidade, no esquema mais clássico de erro e acerto. Dessa forma, quanto maior o grau de dificuldade, mais os jogadores precisam pensar em boas estratégias para chegar no final da fase — o que, às vezes, pode ser um baita problemão, né? #rindodenervoso :S

#6. Capacidade de trabalho em equipe

Essa habilidade só pode ser bem desenvolvida por meio de videogames que deixem seus jogadores interagirem entre si. Então, para melhorar essa habilidade, escolha a opção “multiplayer” (ou, em outras palavras, “vários jogadores”) para que você consiga fazer essas parcerias com seus amigos.

“Tá, eu entendi, mas por que isso pode me ajudar a trabalhar em equipe?”. A resposta é simples: liderança! “O quê? Com assim?”. Calma, a gente explica! Aguenta aí! o/

Imagine que você esteja jogando League of Legends (o famoso lol) com seus amigos e tenha perdido a batalha. Embora você possa ficar chateado, logo vai perceber que cada um dos seus amigos tem certas qualidades (que podem ser mais bem aproveitadas) e defeitos (que podem ser compensados com o apoio de todo o time).

Assim, esses jogos de interação fazem com que você, mesmo não sendo o líder do time, instintivamente, desenvolva uma postura de liderança — passando alguns truques do game para que vençam a próxima batalha. Ah! Não vai se esquecer de que a sua opinião só será bem recebida se você conseguir dizer de uma forma convincente, combinado? 😀

#7. Confiança e senso de responsabilidade

Essas são outras habilidades desenvolvidas durante os jogos. Isso porque é só na base do erro e do acerto que você consegue avançar, não é mesmo? Então, por isso, quanto mais você treina, mais confiante começa a se sentir para escolher qual será o próximo passo!

Ah! Isso também reflete no seu senso de responsabilidade, já que essas escolhas (causas) interferem diretamente no andamento do game (consequências). Pode parecer besteira, mas, ao longo do tempo, os videogames conseguem despertar uma relação lógica natural de causa e consequência, influenciando você a ter um senso bem maior de responsabilidade pelos atos praticados ali na telinha e fora dela (na vida).

Por isso, a partir de agora, quando você estiver jogando, já sabe o que dizer a seus pais, certo? Afinal, os videogames são, sim, meios superdivertidos de desenvolver habilidades para o mercado de trabalho, como vimos ao longo do post!

Além do mais, essa é uma grande tendência: afinal, grandes empresas de diferentes áreas, têm permitido o uso de tecnologias de entretenimento para dar aquela relaxada rápida durante o expediente de trabalho! Imagina só que demais! 😀

Gostou de saber sobre como os videogames conseguem desenvolver habilidades importantes para o mercado de trabalho? Então, continue com a gente e conheça, também, nossas dicas de como se destacar nas dinâmicas de grupo para conseguir aquele emprego que você tanto quer!